05 abr

Mãe é presa por comprar vibrador para filha de 13 anos

Em Divinópolis, município do interior de Minas Gerais, Sara Silva Oliveira Rios, de 42 anos foi presa na tarde de ontem por violação do artigo 224 do Código Penal. O referido artigo trata como estupro presumido quando menores de 14 anos são expostos a situações de natureza sexual, mesmo que aja consentimento por parte do menor.
comprando%2Bvibrador%2Bpara%2Bfilha Mãe é presa por comprar vibrador para filha de 13 anos
Sara é mãe da menor P.S.O.R., estudante do oitavo ano do Ensino Fundamental da Escola Presidente Itamar Franco, e atleta da seleção juvenil de futebol feminino de Divinópolis. A menor havia pedido de presente de aniversário um vibrador para a mãe, que por ser adepta da sexualidade sem tabus comentou na loja com as vendedoras que era “pra embrulhar de presente, pois ela daria a filha”.

A vendedora da Sex-Shop que é professora no turno matutino, ministra aulas de Ensino Religioso para a filha de Sara, achou aquilo um absurdo e denunciou para o conselho tutelar a intenção da mãe. O Conselho Tutelar investigou o caso e flagrou a menor levando o presente para mostrar as amigas na escola.

Sara quando perguntada na delegacia se ela não se sentia responsável pela precocidade da iniciação sexual da filha, disse que a filha já possui vida sexual ativa desde os 12 anos e que o vibrador “seria apenas um plus a que toda mulher tem direito”.

Quando o delegado insistiu em questioná-la sobre a precocidade a resposta foi ainda mais assombrosa. Dr. Carlos Almeida Sobrinho perguntou: “O que você acha da sua filha aos 12 anos já ter vivido experiências sexuais com tantos homens?” Sara se resumiu a dizer: “Que bom que ela gosta do babado, né? Deus me livre ter uma filha que gosta de ‘lamber bife’. Deus me livre”.

Sara pode ser condenada a quatro anos de detenção e perder a guarda da filha. O pai preferiu não se manifestar sobre o caso. Disse apenas que não sabia sobre a vida sexual da filha e que acha estranho “uma menina que ainda brinca de bonecas pedir um presente tão estranho para a própria mãe”.

Noticias:fotos de meninas fudendovideo da menina livia transando em divinopolis mgfotos de anoes transandofotos de meninas transandomenina de 14 anos peladafotos de adolescentes transandofotos de meninas de 12 anos fakemenina de 15 anos fudendofotos de menores fudendomenina de 14 anos nuameninas de 14 anos nuasmenina de 12 anos transandoMeninas de 14 anos nuamenina de 14 anos fudendo
__________________________________________________________________________________
Já curtiu a nossa Fan page no Facebok?
__________________________________________________________________________________

51 Comentários para “Mãe é presa por comprar vibrador para filha de 13 anos”

  1. Idealista disse:

    “Deus me livre. Deus me livre”

    Tinha que ser uma fanática religiosa mesmo.

    Pra preferir ter uma filha que dê pra 500 homens do que ser homossexual…

    • Bia disse:

      Na matéria não tem nada dizendo que ela seja religiosa, de onde vc tirou isso? Deus me livre é uma expressão muito comum usada por todos inclusive por ateus (eu mesma já ouvi da boca de um).

      Pelo visto vc procura cabelo em ovo, somente para criticar religião.

    • eu disse:

      Que idiota!Onde vc viu dizendo que a mulher fazia a filha transar com varios homens só pra não ser lésbica?E onde vc viu ela dizendo ser fanática religiosa?

      • Vanessa disse:

        Onde ela viu que a mulher fazia a filha transar com vários homens só pra não ser lésbica ? Ela viu aqui assim como eu: – Dr. Carlos Almeida Sobrinho perguntou: “O que você acha da sua filha aos 12 anos já ter vivido experiências sexuais com tantos homens?” Sara se resumiu a dizer: “Que bom que ela gosta do babado, né? Deus me livre ter uma filha que gosta de ‘lamber bife’. Deus me livre”.

        Agora esse negócio de fanatismo religioso até que tem haver sim embora seja uma expressão de reprovação e rejeição . Tem haver pelo fato de ela reprovar a hipótese da filha ser lésbica e isso foi a religião que pôs na cabeça de muita gente sim . Mas creio que o intuito dela nesse “Deus me livre” não foi se referindo a religião !

    • Alexsandro disse:

      Se náo tem nada melhor pra dizer, fique quieto,e muito querer criticar a religiao fazer um comentario absurdo desses, no minimo voce deve ser ateu, se náo cre em Deus isso e um problema seu, mas náo saia por ai acusando a religiao de tudo.

  2. Rodrigo disse:

    Professora de Ensino Religiosa que é vendedora de sex shop acha que pode dar lição de moralidade sexual.

    • Rafael disse:

      Discordo, afinal o que ela faz é totalmente ético, não afeta a outras pessoas. A professora Sim, foi um exemplo de cidadania.

    • karine disse:

      Uma coisa não interfere na outra só pelo fato dela ser professora de ensino religioso não que dizer que ela não possa gostar de sexo. Até porque ela já é adulta para se responsabilizar pelas suas atitudes, agora o fato dela ser professora a obrigada a denunciar a mãe em caso de uma atitude indevida em relação a filha.

    • eu disse:

      Que mentalidade a sua, só porque ela trabalha num sex shop, não quer dizer que ela tenha que aprovar uma mãe que dê um vibrador pra uma garota de 13 anos!

    • Sem mascaras disse:

      Rodrigo, não sei que mentalidade é a sua, acredita mesmo que a pessoa que tem religião, seja ela qual for não pode trabalhar em um sexshop por qual motivo? Os religiosos não fazem sexo? Sexshop é uma loja como todas as outras, e suas restrições seguem nossa cultura, mas muitos casais preferem frequentar um sexshop e terem seus corpos desejaveis aos seus parceiros do que ficarem traindo as esposas ou maridos por tras de um manto de santidade onde a cultura aplica-se o tradicional “é pecado”. Sou cristã, evangélica, amo e temo a Deus e sou dona de uma sexshop. Vejo muitos e muitos casais cristãos que sentem prazer e desfrutam de suas fantasias com suas esposas ” o que alegra ao coração de Deus”. Deus fez o sexo mesmo que para santidade sem promisquidade, e é muito mais licito o casal ter prazer e viver a fidelidade do que sair por ai desejando o mundo inteiro.
      Desculpe, religião é algo que não tira o prazer e o amor de ninguém, e essa professora trabalha e com certeza não tem tempo pra cuidar da vida de ninguém, concorda? Ela está mais que correta, eu faria o mesmo e orientação sexual e religião, talvez só você não saiba, mas caminham lado a lado. Tenho clientes que o marido não as deixava usar nada, e elas estavam sendo traidas, pois as outras usavam… sem blábláblá por favor.

      • Vanessa disse:

        Por que uma pessoa religiosa não pode trabalhar em SexShop ? Simplesmente pelo seguinte motivo: quem é conhecedor da Bíblia, tem o sexo como sagrado. Será que pessoas religiosas não fazem sexo ? Claro que sim, isso é óbvio. Mas por serem conhecedoras da Bíblia , são obrigados a tratar o sexo como algo sincero, verdadeiro, sagrado e de imensa responsabilidade. Em outras palavras, pessoas que conhecem a Bíblia sabem muito bem que o sexo deturpado dos dias atuais é incorreto . Que fazer sexo apenas com o único intuito de satisfazer um desejo sexual é errado e desaprovado por Deus . E até onde todos sabemos , material de sexshop é usado exatamente para este fim: Sexo Selvagem ! Deturpado ! Sexo por sexo !
        Mas tem um detalhe: Professora de Ensino Religiosa, não quer dizer que ela seja frequentadora de alguma Organização Cristã, Católica ou seja lá o que for !

    • Vanessa disse:

      Trabalhar em SexShop não é antiético. Imoral não sei, depende do ponto de vista de cada pessoa. Agora, me diga, uma professora de Ensino Religioso, que dá instruções de moral, higiene, quase que camuflando os ensinamentos da Bíblia nas aulas, trabalhar em SexShop ?! Rs muito intrigante isso. Um verdadeiro paradoxo !!!

  3. CRITICÃO disse:

    SANGUE DE BOI TEM PODER.

  4. mycoolkiske disse:

    só pra nao passar informaçao errada, creio q o artigo 224 do cp tenha sido revogado, entao esse crime q vc falou aih nao existe mais com essa tipificaçao

  5. darksiDe disse:

    a professora de ens religioso é vendedora do sex shop!!! caramba ta todo mundo loko!

  6. Lia disse:

    condeno. mas se fosse um pai levando o filho de 13 anos no puteiro, não virava nem noticia.

  7. pablo disse:

    vendedora de sexy shop da aula de religiao tem coisa errada ai nisso e que mal ha isso é uma mae preocupada com a filha que ja ensina desde cedo as coisas para nao haver surpresas com ela ficar gravida e tal tem que prender essa que se diz professora de ensino religioso e trabalha em sexy shop.

  8. lucas disse:

    “A vendedora da Sex-Shop que é professora no turno matutino, ministra aulas de Ensino Religioso para a filha de Sara”

    auhauahuhauahhauahauhuaahuahuahuaha

    ISSO É UM PUTEIRO!

    AUAHUAHAUHUHAUAHAUHAUAHA

  9. Sexolicious disse:

    Tem coisa errada nessa história… professora de religião que trabalha em sex shop… e mãe que dá vibrador para filha de 12 anos… afe!

  10. valdecir broetto disse:

    o povao ficam assim nossa todos espantados como se nao soubesse que hoje em dia as meninas 90 por cento começam a vida sexual aos 11 12 anos isso quando nao e alguem da propria familia que se encarega de de da a iniçiaçao eu fosse esta mulher negava e dizia que ela vendeu o vibrador pra propria menina ai ela e que ira se fude.

  11. anonimus disse:

    Cada um com seus problemas.

  12. Karen disse:

    “A vendedora da Sex-Shop que é professora no turno matutino, ministra aulas de Ensino Religioso para a filha de Sara, achou aquilo um absurdo e denunciou para o conselho tutelar a intenção da mãe.”

    eita que é o sujo falando do mal lavado.

  13. ADV disse:

    O art 224 do CP foi revogado, o fato narrado não mais constitui crime, clássico abolitio criminis, pede-se relaxamento de prisão em flagrante pela prisão ser ilegal, caso houver o MP ter oferecido a Denuncia pede-se absolvição sumária pelo art. 397 inciso II do CPP. seria os 10 mil de honorários mais facil.

  14. ADV disse:

    perdão art. 397 inciso III

  15. adriana disse:

    Qual problema da professora trabalhar no sex shop? Isso é preconceito. Todo mundo tem vida sexual e é hipocrisia achar que porque a mulher dá aula de religião não pode tratar sobre o assunto sexo. A mãe pode e deve instruir a filha na vida sexual, desde que a menina tenha idade pra isso neh?

  16. Felipe disse:

    Essa é a verdadeira mãe, parabéns por tratar e ensinar a filha do jeito que nós humanos somos, altamente sexualizados a partir dos 12 13 anos de idade.

  17. joe disse:

    o pessoal acredita em tudo que le!!! se olharem a pagina toda, varão que “O conteúdo desse site é fictício ou pura ilusão idiótica!”
    (vide final da página)

  18. A grama do caminho disse:

    Nossa… mãe que dá vibrador para a filha e acha o máximo ela dar para qualquer um… professora de religião que vende brinquedinho de adulto em um sex shop… é, Pedro Almodóvar, morra de inveja desse roteiro cabuloso!…

    PS: cadê o pai da criança numa hora dessas, hein?

  19. Fernanda C. disse:

    “(…) a mãe, que por ser adepta da sexualidade sem tabus comentou na loja com as vendedoras que era “pra embrulhar de presente, pois ela daria a filha” Contraditório isso.
    A mídia manipula muita informação.
    “Educação vem de casa”. Entendam como quiserem!

  20. Thiago disse:

    Ahhhh! Pessoas retrogradas e ignorantes.. No carnaval, todos saem semi nus, fazendo sexo e tais atitudes são aplaudidas pela mídia. Agora, vem jornalistas de “meia pataca” querendo condenar uma mãe que comprou um vibrador para a filha. Ora, tal atitude não se enquadra nos requisitos legais para que se inicie um inquérito policial. Falo isso, sendo advogado militante na área. Inicialmente, o art. 224 do CP está revogado há 3 anos pela Lei 12.015. Segundo, tal atitude se enquadra no princípio da insignificância. Assim, queridos “rábulas” (pessoas que se consideram advogados, mesmo sem formação jurídica), pensem antes de propagar besteiras.

  21. Júnior disse:

    Mentira né, gente, professora de ensino religioso trabalhando numa sexshop? Já daria pra perceber, né…

  22. Nai disse:

    Ah tá q isso é sério! vendedora de sex shop q ensina religião?! E tem gente q acredita no post!

  23. Zuleika disse:

    Acho que este post é palhaçada! rs.
    Mas existe preconceito sim! uma professora de ensino religioso que trabalha em sex shop vendendo todos os tamanhos de pintos, gel, lubrificante, correntes e etc…tenho pavor a gente que se diz não preconceituosa! rs. São os maiores hipocritas que a nossa sociedade possui. É bem capaz que em rodinha de perguntas diga: “não respondo perguntinhas pessoais…mas não sou preconceituosa”. Gosto de gente assumida para o mau ou para o bem! Religiosos ou não! a verdade é que os fanáticos vivem na internet, ao inves de buscar “jesus”, ficam investigando os “impios” com a desculpa de moralizar o mundo, sendo que a maior parte é tudo ex- puta, ex- maconheiro, ex- espancador, ex- traidor, ex-papai noel, ou seja só as lendas que existem!! kkk

  24. Rock disse:

    HIPOCRISIA !!!! Os senhores realmente acham que vossas filhas já não andam “aprontando” por aí a torto e direito, só pq não tem mais de 18 anos? ACORDEM !!! o pior cego que existe é aquele que não quer ver !

  25. mello disse:

    acho que a educaçao começa pela orientaçao dos pais; nao vejo nada de mais orienta a vida sexual,ou e preferivel que ela se esconda e tranze ate engravidas. acho que a lei deve se preocupar em prender passoas que vivem se medendo na vida dos outros e nao pais que querem orienta a vida sexual do seus filho;; ( ou essa professora nunca masturbou na sua adolecencia escondida dos pais

  26. joao da silva disse:

    OPPAA PERAI NÃO SOU A FAVOR E NEM CONTRA, MAS EU ACHO QUE TEM
    MUITA COISA ERRADA AI MESMO PORQUE TEM UM MONTE DE MENINA DE 12
    ANOS QUE TRANSA E TODO MUNDO SABE DISSO E ISSO É COISA ANTIGA,
    LEMBRA DO PASSADO AS MENINAS CASAVAM COM 12,13,14,15 ANOS E ISSO
    NEM ERA CONSIDERADO PEDOFILIA, AGORA COM TANTA PROMOÇÃO QUE A MIDIA
    FAZ ENCIMA DISSO TUDO AO PUBLICO PARECE UM ABSURDO, OU VOCEIS ACHAM
    QUE UMA MENINA DE 13 ANOS NÃO PRECISA DE SEXO??!!, NINGUEM DEVE
    OBRIGAR NINGUEM A NADA MAS ELA COM ESSA IDADE COMO MUITAS OUTRAS
    MENINAS JÁ TRANSAM COM CERTEZA E OLHA QUE NÃO SOU A FAVOR DE COISA
    ERRADA MAS TA NA HORA DO POVO SABER QUE NEM TUDO É ERRADO E QUE NEM
    TUDO DEVE SER PUNIDO. TODA MENINA E MENINO ANTES TRANSAVAM A VONTADE
    AGORA NEM ISSO PODE MAIS, É IGUAL A TRABALHAR EU TRABALHEI COM 12 ANOS AGORA NEM PODE MAIS!!! CUIDADO COM O QUE VOCEIS ESTAO FAZENDO
    POIS SE ANTES AS MENINAS E MENINOS TRANSAVAM COM 13 ANOS PORQUE NÃO
    PODEM MAIS FAZER ISSO? OU SERÁ QUE É PORQUE A MIDIA DISSE QUE NÃO PODE? CUIDADO!!!!!!!!!!!!!!

  27. Fodão disse:

    professora de religião que é vendedora de sex shop e cadê a decencia ?
    vendedora de sex shop que denuncia compradora: cadê a etica ?

    PAÍS LOKO !! tem que demitir essa funcionaria de pelo menos um dos trabalhos kkkkkkkkkkkkkkkkk

  28. Eê Professora disse:

    Isso ta estranho em! Professora de Ensino Religioso trabalhando em sex shop? hmmmm kkkkkkk

  29. Alkaizen disse:

    Pra mim essa história é fake.

  30. Desirée disse:

    O que é mais estranho nessa matéria? Uma mãe comprando um vibrador de presente pra sua filha ou uma professora de Religião sendo vendedora de um Sex Shop? O_O’

  31. Pipo disse:

    A vendedora da Sex-Shop que é professora no turno matutino, ministra aulas de Ensino Religioso para a filha de Sara! <<

    Que redundante essa situação não, Religiosa do Pau loco?

    KKKK ainda bem que vi no rodapé do site:

    …(O conteúdo desse site é fictício ou pura ilusão idiótica!)…

  32. rob disse:

    eu preferi q minha filha tivesse sexo com um namoradinho na minha casa antes q andivesse como a maioria dando no colegio no campinho ou em casa de estranhos arriscando nao so ficar gravida senao a ser abusada por nao poder confiar nos pais.. eu acho q se escandaliza demais algumas coisas q nao deveriam ser tao assim, a adolescencia ja nao tem moral entao fica para nois o trabalho de falar as coisas pelo claro e permitir q esperimentem mais cedo pra evitar q as coisas a escondidas terminem mal.. e se nos botamos a pensar se da educaçao sexual nos colegios pq cada vez sao mais novas as meninas e meninos q pegam doencias ou ficam gravidas, e no propio colegio se amostra penis de plastico e tals pra encinar como colcar uma camisinha.. agora alguem prefere sua filha q transe a escondidas com alguem q vc nem sabe quem pode ser? eu preferi ficar sabendo e na verdade nao errei, minha filha nao trocava de namorado nem ficava com qualquer um pq a educaçao q eu di e a confiança de poder contar tudo me ajudou a poder advertir ela de pasos errados, ela agora tem 18anos ta na faculdade tem um namorado desde faz 4 anos e meio e me agradece sempre por ter confiado nela e por ser sinceiro com ela nas coisas da vida.. ta na hora de nois tomar conciencia ja q nao podemos voltar a ter a moralidade q em nossos tempos se tinha sobre o sexo tems q procurar acompanhar a evoluçao e o melhor jeito de evitar nossos filhos sofrerem por más atitudes de pais e educadores q nao sabem nem procuram saber como encarar certos temas tabues..

  33. sucataneto disse:

    muito bem todos tem direito devirti se como quise a vida e para vive nigem sabe quando vai morer para q leva e da para as marias angicas de bem muito e de todo geito ta ok

  34. vilma de castro disse:

    brbaridade!!!

  35. Henri... disse:

    Viu muitos se espantao por isso pq não é nas nossas familha pq se fosse diria aaa isso é normal, se
    JESUS perdoa éssa mulhér quem é nóis para jugar … Chalon para todos que significa a paz do senhor…
    Henri aki……

  36. ninguem disse:

    ridiculo, aposto que quando essa professora via essa menina com mulekes nao fazia nada, ai que ta o perigo da menina pegar alguma doença ficar gravida e outras coisa, ja o vibrador nao passa doença nao engravdida nao a violenta aleem de ensinar ela conhecer o proprio corpo, essa profe. e uma entrometida qe queria o vibrador da meninaaa… muito ridiculooo..

  37. ana livia disse:

    gente,eu acho uma vergonha.a Mãe foi errada em comprar e a menina foi errada a pedir,essa mãe nunca será uma boa mãe pra filha,”deus me livre”?uma pessoa desta pensa em deus?olha pensar em deus é uma coisa,macumba é outra

Deixar um comentário

credito aqui